Connect with us

Pastor

Pastor Silas Malafaia humilha Bolsonaro durante culto

Published

on

Um vídeo postado pelo Deputado Federal Túlio Gadelha mostra o pastor Silas Malafaia humilhando Bolsonaro durante um culto da qual o presidente estava participando.

Durante a campanha eleitoral, Bolsonaro se juntou as grandes cúpulas das Igrejas Evangélicas, e uma delas foi o pastor Silas Malafaia que tem um grupo de fiéis muito grande. É notável que foi fundamental, assim como outros pastores, para o crescimento do atual presidente na busca pelo poder.

+ Pastor revela visões com Ereni Miranda e contra às líderanças da IPDA

Mas, parece que Bolsonaro não imaginava o que iria esperar por ele durante um culto que o presidente participou. Silas Malafaia acabou se empolgando no discurso e humilhou Bolsonaro ao tentar fazer elogios. Rebaixou na época, candidato a Repíblicade diversas formas. Ele completou o discurso dizendo que Deus escolhe os fracos, os desprezíveis, os sem glória para fazer a sua vontade

"Deus escolheu as coisas loucas para confundir as sábias. Deus escolheu as coisas fracas para confundir os fortes. Agora a coisa vai ser mais profunda: Deus escolheu as coisas vis, de pouco valor. As desprezíveis, que podem ser descartadas, As que não são, que ninguém dá importância, pra confundir as que são, para que nenhuma carne se glorie diante dele. É por isso que Deus te escolheu".

Não só na postagem do Deputado Túlio Gadelha, como por toda a internet, o vídeo de Silas Malafaia humilhando Bolsonaro não caiu nada bem. Muitas pessoas aproveitaram para criticar o pastor como também o presidente. Já outras, concordaram com Malafaia, dizendo que Bolsonaro é tudo de ruim, e só restou a Deus escolher ele mesmo para exaltar os mais fortes no final.

Bolsonaro resolveu se juntar a cúpula evangélica para conseguir votos durante as eleições. Aocontra a TV Globo, com isso acabou atraindo mais pessoas evangélicas que tem o mesmo pensamento que ele contra a emissora carioca. Assim, sempre que pode ele está em cultos evangélicos e optando por reformas que possa favorecer o mundo gospel.



O conteúdo do site é protegido. Você pode reproduzi-lo, desde que insira créditos COM O LINK para o conteúdo original e não faça uso comercial de nossa produção.



Recentes