Connect with us




Política

Pastor Marco Feliciano defende discurso de Bolsonaro na ONU nas redes sociais

Published

on

Deiscurso na ONU de bolsonro é defendido por Feliciano

Em suas redes sociais, o deputado federal e Pastor Marco Feliciano defendeu o presidente Jair Bolsonaro, depois que uma avalanche de críticas inundou a Internet após o discurso do chefe da nação na ONU. O fato aconteceu, na manhã de terça 24, e o parlamentar gravou um vídeo para expor sua opinião acerca do acontecimento.

+ Pastor Junior Trovão é detonado por pregador durante Encontro CIIMISU em Suzano-SP

Bolsonaro fez o discurso de abertura na 74ª Assembléia Geral da ONU, nesta terça feira. O pastor que já esteve com o presidente em diversas ocasiões, não o acompanhou desta vez. Mas, Marco Feliciano demonstrou seu apoio mesmo sendo apenas pelas redes sociais.

Em seu vídeo no Twitter, o religioso declarou que mais uma vez, o chefe da nação se mostrou um completo estadista, afastou de vez a cobiça das nações estrangeiras pela Amazônia brasileira. Acrescentou ainda que diante dos outros líderes mundiais, desmascarou o neo-colonialismo de Macron.

Feliciano afimou que Jair, demonstrou na Assembléia que ninguém preserva mais o meio ambiente do que o Brasil.

Bolsonaro sua fala defendeu os valores mais caros aos brasileiros, que é a família, a democracia, a tradição e a liberdade religiosa. Disse Também que ele deu voz a milhões de brasileiros e disse o que o povo pensa.

Ainda, afirmou que Jair, denunciou as ditaduras dos países vizinhos. Também falou sobre os anos de governo do PT e citou o ótimo trabalho que o Ministro Moro vem realizando. O chefe da nação ainda lembrou de sua recuperação, e que esteve na Assembléia para a honra e graça de Deus.

O Pastor ainda lembrou do lema da campanha de Bolsonaro, Brasil acima de Tudo e Deus acima de Todos. Marco Feliciano fechou seu discurso no Twitter de apoio às palavras do presidente na ONU abençoando a todos os seus seguidores. 



O conteúdo do site é protegido. Você pode reproduzi-lo, desde que insira créditos COM O LINK para o conteúdo original e não faça uso comercial de nossa produção.



Recentes