Conecte-se conosco




Polêmica

Presépio com Jesus, Maria e José presos em gaiolas choca evangélicos

A pastora líder da igreja, Karen Clark Ristine, publicou uma foto na sua página do Facebook do presépio já montado

Publicado

em

Jesus é mostrado preso em gaiola em presépio

Uma igreja metodista em Claremont, a 60 km de Los Angeles, na Califórnia, montou um presépio que mostra Jesus, Maria e José como imigrantes presos em gaiolas. A atitude contrária da instituição que foi contrária a história narrada pela Bíblia, tem chocado os evangélicos do mundo todo.

A pastora líder da igreja, Karen Clark Ristine, publicou uma foto na sua página do Facebook do presépio já montado. A peça contendo }jesus, Maria e José, foi inaugurada no último sábado (7).

“Em uma época em nosso país em que famílias refugiadas buscam asilo em nossas fronteiras e, contra a vontade, são separadas, consideramos a família de refugiados mais conhecida do mundo. Jesus, Maria, e José, a Família Sagrada”, escreveu a pastora.

“Em uma época em nosso país em que famílias refugiadas buscam asilo em nossas fronteiras e, contra a vontade, são separadas, consideramos a família de refugiados mais conhecida do mundo. Jesus, Maria, e José, a Família Sagrada”, escreveu a pastora.Pouco depois do nascimento de Jesus, José e Maria foram forçados a fugir com o filho, pequeno, de Nazaré para o Egito, para escapar do rei Herodes, um tirano. Eles temiam a perseguição e a morte”, resumiu Ristine, que é líder da Igreja Metodista Unida de Claremont desde julho.

Continuou: “E se essa família procurasse refúgio em nosso país hoje? Imagine que José e Maria se separaram na fronteira e Jesus, que não tinha mais de dois anos, foi tirado de sua mãe e colocado atrás das grades de um centro de detenção da Patrulha de Fronteira, como mais de 5,5 mil crianças foram nos últimos três anos”.

Ristinie ainda disse que : “Jesus cresceu para nos ensinar bondade, misericórdia e boas-vindas a todas as pessoas”, disse Ristine. “No presépio da Igreja Metodista Unida de Claremont, neste Natal, a Sagrada Família substitui as milhares de famílias sem nome separadas em nossas fronteiras”.

A pastora declarou ao jornal “Los Angeles Times” que a igreja costuma usar a cena do presépio para abordar uma questão social. A crise dos sem teto que atinge o sul da Califórnia, região onde fica Claremont, já foi mostrada em montagens anteriores, de acordo com ela.



O conteúdo do site é protegido. Você pode reproduzi-lo, desde que insira créditos COM O LINK para o conteúdo original e não faça uso comercial de nossa produção.



Recentes