Conecte-se conosco




Polêmica

Pastor faz caixa 2 com dinheiro dos dízimos e gera divisão na Igreja Cenáculo de Oração

Publicado

em

O portal Contil Net Notícias publicou um vídeo que está circulando pelas redes sociais, mostra um pastor da Igreja Cenáculo de Oração e sua esposa propondo uma divisão na instituição, de forma que nenhum dos membros fiquem sabendo. A discordia entre os líderes que tem alguns templos na região do acre, seria por conta de de desvios de dízimos.

Depois de descer a marreta no meio gospel, pastor Lucas se arrepende e pede perdão

O diálogo envolve duas lideranças do Cenáculo de Oração. Uma delas é identificada como Paulo Sérgio e outra em questão aparece apenas como Pinheiro. Na troca de idéias eles o pastor cha Cleunimar, que segundo eles, seriam problemas pessoais.

“Eu sei que está tendo muitos problemas pessoais. Essa obra não é minha, não é sua, é do senhor. Eu quero trabalhar e não posso ficar desamparado”, destacou Paulo.

Pastor pede R$ 13 mil reais para ressuscitar esposa morta de fiel

Logo em seguida, Pinheiro também deu sua versão fatos e dizendo que apesar dos momentos bons, chegou a hora de pôr fim a relação na igreja.

“Não dá mais de trabalhar ao seu lado, já aconteceu algumas coisas desagradáveis, sua esposa não gosta de alguns projetos que eu ponho. Quero lhe comunicar que não posso continuar caminhando ao seu lado”, alegou.

Paulo, então faz uma sugestão à Cleunimar, e propões que se divida a Igreja. Disse para ele ficar no comando de três igrejas no interior do Acre e em troca deixar ele e Pinheiro na direção do Cenáculo, em Feijó.

“Vamos fazer sem escândalo: Tu ficas cuidando da Rede Judá, a Paiva e a do Envira e nós aqui. Quem quiser te acompanhar poder ir, nunca tive problema com isso, pois alma é alma, a gente vai atrás de alma, tu gostas de alma e nós também, então, a gente também vai atrás, nós queremos ficar por aqui. Estamos sendo compassivos, sem escândalo, sem fuxicagem. Precisamos ficar sem comunicar isso com ninguém, apenas entre nós três, para que as pessoas pensem que estamos ainda unidos”, declarou.

O mais intrigante o que levou os líderes a propor a separação,é que de acordo com informações de uma irmã da igreja, o motivo dos pastores, seria a divisão dos recursos arrecadados. Para eles, Cleunimar estaria fazendo movimentações por fora com o dinheiro dos dízimos, o que teria desagradado Paulo e Pinheiro. “Eles pensam que a gente é abestado”, disparou.



O conteúdo do site é protegido. Você pode reproduzi-lo, desde que insira créditos COM O LINK para o conteúdo original e não faça uso comercial de nossa produção.



Recentes