Mãe mata própria filha para defender neta de 1 ano

Um crime chocou os moradores de Minas Gerais, quando uma mãe se viu entre a cruz e espada, optando por matar o própria filha para defender uma parente.

A mãe de 54 anos confessou à Polícia Civil de Minas Gerais que matou a própria filha, de 22 anos, ao tentar defender a neta de agressões. O incidente aconteceu na madrugada desta terça-feira (30), em Belo Horizonte.

Pastor participa de brincadeira de criança e comete abuso contra filha e sobrinha

Segundo contou a avó, ela e a filha estavam discutindo por causa da neta de 1 ano e dois meses. A mãe afirmou que a filha era usuária de drogas e passou a gravidez em abstinência, mas teve uma recaída. Ela estava irritada porque a criança não parava de chorar e não dormia. Então a jovem passou a espancar a filha, até que a avó interferiu.

A mulher ainda disse , que no meio da discussão, ela e a filha entraram em luta corporal. A jovem então teria se desequilibrado e batido a cabeça na quina do sofá, ficando inconsciente na hora.

A avó da criança ainda chamou o Resgate do Corpo de Bombeiros para socorrer a filha, mas ela já chegou sem vida ao hospital.

Por enquanto, a polícia trata o caso como homicídio culposo, quando não há intenção de matar.

Sair da versão mobile